Projeto proíbe propaganda de medicamentos nos meios de comunicação

A Câmara dos Deputados começa a analisar projeto de lei, que proíbe a propaganda de medicamentos dirigida ao público, em qualquer tipo de veículo de comunicação social. A proposta de autoria do deputado Rômulo Gouveia (PSD-PB), tramita em caráter conclusivo, e será analisada pelas comissões de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática; de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania da Casa.

De acordo com o projeto, a comunicação científica e a publicidade sobre medicamentos são permitidas exclusivamente aos profissionais habilitados a prescrever ou dispensar, desde que realizadas por meio de publicações especializadas e com distribuição exclusiva a estes profissionais.

O autor da proposta disse que o projeto de lei tem por objetivo impedir a maciça propaganda de medicamentos veiculada diuturnamente nas emissoras de rádio e televisão em todo o país, bem como em revistas e outras publicações impressas e contribuir para um consumo mais racional destes produtos.

“É urgente e imprescindível que estabeleçamos um consumo mais racional dos medicamentos, desde a prescrição até o consumo. O interesse coletivo deve ser preservado em face aos interesses particulares e à busca do lucro abusivo. A informação correta sobre os medicamentos deve ser buscada junto aos profissionais qualificados, os médicos e os farmacêuticos”, afirma Rômulo Gouveia.

Roberto Lopes

Roberto Lopes

Natural de Penedo, formado em Letras pelo Cesmac; Jornalismo pela Ufal; Direito pelo Cesmac; pós-graduação em Comunicação Empresarial pelo Cesmac; e pós-graduação em Direito Constitucional e Administrativo pelo Cesmac.

robertolopes has 10 posts and counting.See all posts by robertolopes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *